Governo do Distrito Federal
11/11/22 às 10h49 - Atualizado em 11/11/22 às 12h01

Curso em Ceilândia qualifica mulheres em recreação infantil e de adultos

Iniciativa faz parte do programa Qualifica Mulher, e as aulas seguem até 12 de dezembro, no auditório da Casa da Mulher Brasileira

 

Elisangela Sidrin, moradora de Ceilândia, está desempregada há dois anos. Animada para adquirir novos conhecimentos e com a esperança de voltar para o mercado de trabalho, ela frequenta a Casa da Mulher Brasileira (CMB), localizada na região administrativa, desde que foi inaugurada, em abril de 2021, para participar dos cursos e oficinas oferecidos no equipamento.

 

Participantes do curso Recriadoras: mulheres transformando suas histórias através da recreação | Fotos: Ascom/SMDF

 

Agora, ela terá mais uma capacitação para o currículo, já que está entre as 40 mulheres que a CMB recebe, a partir desta quinta-feira (10), para o curso Recriadoras: mulheres transformando suas histórias através da recreação, realizado pelo Instituto Federal de Brasília (IFB), por meio do programa Qualifica Mulher, promovido em parceria entre o governo federal e o Governo do Distrito Federal (GDF).

 

“Eu fiquei encantada quando recebi o anúncio do curso de recreadora. É uma área que me interessou desde a adolescência e agora eu tenho a chance de aprender mais e, quem sabe, conseguir uma vaga. É uma oportunidade de renascer, de me recriar, como uma fênix”, declarou Elisangela.

 

O curso tem o objetivo de capacitar mulheres para empreender na área da recreação. A ideia é ensiná-las a executar e promover atividades ludopedagógicas, a proporcionar a integração social e o desenvolvimento pessoal de crianças, jovens e adultos, em ambientes escolares e não escolares e a utilizar técnicas e tecnologias para a promoção e execução de atividades ludopedagógicas.

 

“Nós queremos ver essas mulheres se desenvolvendo, capacitadas e empoderadas. Nosso objetivo é que elas alcancem o conhecimento para transformar suas vidas, para conquistar a autonomia econômica e para que possam exercer esse poder em suas comunidades”, explicou a subsecretária de Promoção das Mulheres da Secretaria da Mulher, Luene Garcia.

 

Flávia Martins Dantas, coordenadora-geral do Trabalho e Projeção Econômica da Mulher, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, destacou que a escolha da temática dos cursos do Qualifica Mulher é realizada a partir de uma busca ativa com relação ao mercado de trabalho, para oferecer aulas nas áreas que estão em maior demanda.

 

As alunas da capacitação foram encaminhadas a partir do Cadastro Único do governo federal e pela Secretaria da Mulher

As alunas que participam da capacitação foram encaminhadas a partir do Cadastro Único do governo federal e pela Secretaria da Mulher, por meio do cadastro de mulheres atendidas pelos equipamentos da pasta.

 

Depois do encaminhamento, são selecionadas, prioritariamente, mulheres com renda mensal de até um salário mínimo e meio, abrangendo desde as que não têm escolaridade até aquelas que estejam cursando ou tenham concluído o ensino fundamental ou o ensino médio.

 

A aula inaugural contou ainda com a presença de Ana Paula Santiago Seixas Andrade, representante do Instituto Federal de Brasília (IFB), e do professor do curso, Eduardo Carmona.

 

Um projeto para mulheres

 

O Qualifica Mulher é resultado do protocolo de intenções, que firma a parceria entre o governo federal e o GDF, por meio da Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres (SNPM), do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, e da Secretaria da Mulher.

 

O projeto, lançado no DF em abril deste ano, visa formar uma rede de parcerias com os poderes públicos federal, estadual, distrital e municipal, além de entidades e instituições privadas, com a meta de fomentar ações de qualificação profissional e empreendedora visando à geração de emprego e renda de mulheres em situação de vulnerabilidade social.

 

Com carga horária de 40 horas, o curso de recreação ministrado no auditório da Casa da Mulher Brasileira segue até o dia 12 de dezembro, com aulas dois dias por semana (quintas e sextas-feiras), no período da tarde.

Governo do Distrito Federal