Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/07/20 às 18h13 - Atualizado em 23/07/20 às 11h49

Produção brasiliense incentiva participação feminina no audiovisual

COMPARTILHAR

Com o intuito de incentivar a participação feminina nas produções audiovisuais no Distrito Federal, a Secretaria da Mulher destaca a produção do novo documentário “Mulheres em tempos de Covid 19”. “Para integrar o novo filme da cineasta Tânia Fontenelle, basta enviar vídeos do próprio celular, até o dia 22 de agosto, com depoimentos sobre a percepção da pandemia e o isolamento social.

 

“O trabalho da cineasta Tânia Fontenele é um exemplo da iniciativa feminina na direção de filmes no DF e apoiamos toda e qualquer ação que incentive o aumento da participação feminina nas produções audiovisuais. E produções como essa, que buscam manifestações espontâneas,especialmente em tempos de pandemia,merecem destaque, ressalta a Secretária da Mulher, Ericka Filippelli.

 

“Buscamos sinceridade e criatividade no depoimento sobre a rotina e os planos diários em tempos de pandemia. Pretendo ter a grande oportunidade de manter viva nossa memória desse momento tão particular para as futuras gerações, ressalta Tânia Fontenelle, autora do filme; pesquisadora de gênero e história das mulheres em Brasília e Diretora do documentário Poeira e Batom – 50 mulheres na construção de Brasília, dentre outros filmes com temática feminina.

 

De acordo com a Agência Nacional do Cinema (Ancine), mais de 70% da produção audiovisual brasileira, em 2018, foi dirigida por homens. Em 2016, apenas 20,3% dos filmes lançados no país foram dirigidos por mulheres.A última pesquisa mostra ainda que a participação de mulheres nos filmes lançados comercialmente no Brasil alcança entre 15%e 21%.

 

SERVIÇO

Como enviar o vídeo para participar do filme “Mulheres em tempos de Covid 19”:

 

  • Gravar vídeo com o celular na posição horizontal;
  • O vídeo deve ter no máximo cinco (5) minutos de duração para enviar pelo Whattsapp;
  • E-mail: mulherfilmecovid19@gmail.com Indicação: usar o
    Wetransfer(wetransfer.com) para enviar o vídeo;
  • Esclareça suas dúvidas pelo telefone (61) 99588.3278

 

EQUIPE

 

Documentário “Mulheres em tempos de Covid 19”

 

Direção: Tânia Fontenelle

Coordenadora do Instituto de Pesquisa Aplicada da Mulher.Brasiliense, cineasta e pesquisadora de história oral de mulheres e doutoranda em História Cultural, Memórias e Identidades – Universidade de Brasília (UnB) e Universidade de Montreal. Especialista em Políticas Públicas e Estudos de Gênero pela FLACSO – Argentina – BR. Realizou pesquisas sobre Poder e Liderança de Mulheres no Civil Service College – Ascot / Londres. Diretora dos filmes: Poeira e Batom – 50 mulheres na construção de Brasília; Mulheres dos Cafés no Brasil e A corrida de 5300 mulheres, Saída Sul: Corumbá. Autora dos livros: Mulheres no Topo da Carreira: Flexibilidade e Persistência; Memórias Femininas da Construção de Brasília; Trabalho de Mulher – Mitos e transformações, em coautoria com Adrianne Reis.

 

 

Parceria: Kocria Audiovisual

A Kocria nasceu em 2010, especializada em Negócios Multiplataformas e Gestão de Projetos. Em 2012, se aproximou do segmento cinematográfico prestando serviços de consultoria em mídia digital à Ligocki Entretenimento. De lá, até o fim de 2017, participou da concepção e da realização de vários projetos audiovisuais, dentre eles “O Último Cine Drive-In”, premiado filme de Iberê Carvalho, “Uma Loucura de Mulher”, de Marcus Ligocki Jr., longa-metragem distribuído nacionalmente pela Imagem Filmes, e do Núcleo Criativo Ligocki, com o desenvolvimento de três novas séries e dois novos longas-metragens para o mercado. Em 2018, a Kocria se estruturou para desenvolver projetos audiovisuais próprios, com foco em produção audiovisual e soluções inovadoras para cadeia produtiva através de processos criativos e metodologias que valorizam a imersão com foco no público final, promovendo conexões reais que geram experiências além das telas, com filmes, séries, aplicativos, ferramentas, novos processos e cursos.

 

Pesquisa: Rita Polli

Rita Polli Rebelo é jornalista e fisioterapeuta. Possui especialização em Didática do Ensino Superior e em Medicina Tradicional Chinesa (Chengdu-China-2009).  É filiada à União Brasileira de Mulheres (UBM) desde sua fundação, em 1988, e coordenou a entidade no Distrito Federal no período de 2015 a 2019. Foi diretora de imprensa do Sindicato dos Bancários de Brasília (1994-1996), assessora de imprensa na Câmara dos Deputados (2002-2006), professora universitária (2006-2010), coordenadora de Saúde da Secretaria de Estado da Mulher do Distrito Federal (2011-2014) e coordenadora da Procuradoria Especial da Mulher do Senado Federal (ProMul 2014-2019). Editou o jornal Senado Mulher, coordenou o projeto de debates Pauta Feminina do Senado e o programa Pauta Feminina da Rádio Senado e atualmente é redatora do portal Bonifácio. É idealizadora do encontro “Saúde da Mulher, autonomia no corpo e na vida”, que pode ser conhecido pela página: www.esqueleta.com.br

 

 

Ascom SMDF