Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/10/18 às 12h38 - Atualizado em 7/11/18 às 11h17

Outubro Rosa é aberto no DF com atividades no Palácio do Buriti

 

Tradicional e com forte apelo em todo o País, foi aberta, nessa terça-feira (2), em solenidade no Palácio do Buriti, a Campanha Outubro Rosa, voltada para a conscientização da importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. O movimento terá no DF várias atividades ao longo do mês.

 

A abertura da exposição “A Mulher e o Câncer de Mama”, cedida pelo INCA (Instituto Nacional de Combate ao Câncer), e uma palestra do mastologista Farid Buitrago, da Secretaria de Saúde, foram as atrações do dia. A Sedestmidh foi representada pela Secretária Ilda Peliz e a Subsecretária de Políticas para Mulheres, Alexandra Costa.

 

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no Brasil, e estudo do INCA revela que 59 mil novos casos de câncer de mama devem ser registrados em 2018. O DF conta hoje com uma rede de atendimento pronta com a realização de cerca de 3 mil exames de mamografia/mês, e fila de espera zerada nas unidades de saúde.

 

“Sou uma militante nessa questão tão sensível, já que estive à frente da Abrace que é voltada para o câncer infantil. A sociedade civil deve ajudar o Estado para fortalecer essa conscientização e estimular os exames de mamografia. Essa luta é de todos”, frisou Ilda Peliz.

 

Mulheres da Rede Feminina de Combate ao Câncer, todas com camisas rosas, prestigiaram o evento e fizeram perguntas sobre o tema ao médico. Representadas por Tereza Falcão, elas fazem um trabalho voluntário e antigo na rede pública de saúde.

 

“Fundamos há 22 anos essa Rede para ajudar as mulheres com Câncer de Mama. Elas chegavam ao Hospital de Base sem nenhuma informação e nós sempre fizemos esse encaminhamento. Hoje somos 260 voluntárias”, destacou Tereza. Diversos banners sobre o câncer de mama, o diagnóstico e o atendimento médico, entre outros, estão expostos no Salão Branco do Buriti e abertos à visitação.

 

Por: Rafael Secunho

 

Tradicional e com forte apelo em todo o País, foi aberta, nessa terça-feira (2), em solenidade no Palácio do Buriti, a Campanha Outubro Rosa, voltada para a conscientização da importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. O movimento terá no DF várias atividades ao longo do mês.

 

A abertura da exposição “A Mulher e o Câncer de Mama”, cedida pelo INCA (Instituto Nacional de Combate ao Câncer), e uma palestra do mastologista Farid Buitrago, da Secretaria de Saúde, foram as atrações do dia. A Sedestmidh foi representada pela Secretária Ilda Peliz e a Subsecretária de Políticas para Mulheres, Alexandra Costa.

 

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no Brasil, e estudo do INCA revela que 59 mil novos casos de câncer de mama devem ser registrados em 2018. O DF conta hoje com uma rede de atendimento pronta com a realização de cerca de 3 mil exames de mamografia/mês, e fila de espera zerada nas unidades de saúde.

 

“Sou uma militante nessa questão tão sensível, já que estive à frente da Abrace que é voltada para o câncer infantil. A sociedade civil deve ajudar o Estado para fortalecer essa conscientização e estimular os exames de mamografia. Essa luta é de todos”, frisou Ilda Peliz.

 

Mulheres da Rede Feminina de Combate ao Câncer, todas com camisas rosas, prestigiaram o evento e fizeram perguntas sobre o tema ao médico. Representadas por Tereza Falcão, elas fazem um trabalho voluntário e antigo na rede pública de saúde.

 

“Fundamos há 22 anos essa Rede para ajudar as mulheres com Câncer de Mama. Elas chegavam ao Hospital de Base sem nenhuma informação e nós sempre fizemos esse encaminhamento. Hoje somos 260 voluntárias”, destacou Tereza. Diversos banners sobre o câncer de mama, o diagnóstico e o atendimento médico, entre outros, estão expostos no Salão Branco do Buriti e abertos à visitação.

 

Por: Rafael Secunho