Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/03/13 às 18h30 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

Mutirão leva informação às servidoras do Hospital Regional de Planaltina

COMPARTILHAR

Nessa segunda-feira, 4, a Secretaria de Estado da Mulher do Distrito Federal realizou mais um “Mutirão de Formação Informação e Cidadania”. Desta vez, a atividade aconteceu no Hospital Regional de Planaltina-DF, onde cerca de 100 profissionais de saúde assistiram a palestras sobre a igualdade de gênero, as várias formas de violência contra a mulher e os serviços especializados para atendimento das vítimas. Assuntos como sexualidade, machismo e patriarcalismo também estiveram na pauta dos debates.

A secretária Olgamir Amancia participou, junto com os presentes, das atividades em grupo, que tem a finalidade de estimular a reflexão e o debate entre os participantes. Para ela, esses eventos para debate e reflexão sobre a condição da mulher na sociedade é fundamental para o exercício da cidadania. “São nesses encontros que a gente analisa como somos vistas e como nos fazemos ser vistas. Esses espaços são extremamente importantes, porque a gente debate sobre a nossa temática e ainda levamos informação àquelas mulheres que ainda não têm conhecimento dos seus direitos”, disse.

O Mutirão de Formação Informação e Cidadania promoveu o diálogo entre a comunidade acerca de temas voltados para a questão da mulher, como a difusão de informações sobre a Lei Maria da Penha e o apoio às políticas públicas que beneficiam as mulheres do Distrito Federal. A atividade é um dos eixos de trabalho do programa Rede Mulher, que se caracteriza como uma política pública intersetorial, multidisciplinar e integrada, formulada sob a concepção do trabalho em rede.

Para a assistente social Gilda Marques esses debates fortalecem e empoderam a mulher. “Está claro que a relação entre homem e mulher na sociedade é desigual. Eu, como profissional da saúde, lido com isso o tempo todo. Então, conhecer a Lei Maria da Penha é fundamental para ajudar outras mulheres a sair desse ciclo de violência”, observa.

O próximo Mutirão de Formação Informação e Cidadania será realizado amanhã, 6, em Ceilândia.