Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/03/18 às 22h11 - Atualizado em 7/03/18 às 12h03

Informe-se

 

ATENDIMENTO 156 OPÇÃO 6

 

O canal telefônico de atendimento à mulher em situação de violência, Disque 156 opção 6, foi lançado em 2015, pela, então, Secretaria de Estado da Mulher e a Companhia de Planejamento do DF. O canal visa prestar informações e orientações às mulheres em situação de violência, bem como a comunidade que precisar acionar o serviço.

 

O serviço conta com linhas exclusivas e atendentes treinados/as para oferecer as orientações e informações sobre todos os tipos de violências previstos na 11.340 de 7 de agosto de 2006, conhecida como, Lei Maria da Penha, bem como da rede de atendimento à mulher em situação de violência e equipamentos que atendem à demanda LGBT.

 

Com tantos danos emocionais e físicos sofridos pelas mulheres a central de atendimento veio para responder a necessidade de informações e orientações precisas para que elas, além de, conhecer que podem ser amparadas pelos equipamentos disponibilizados pelo governo para as mulheres em situação de violência, a rede de enfrentamento às mulheres em situação de violência.

 

Com o Disque 156 opção 6, muitas mulheres que se sentem constrangidas ou com medo de ir a uma delegacia, ficam mais confortáveis em buscar auxilio com um telefonema e denunciar seus agressores.

 

A central de atendimento funciona de segunda à sexta feira de 7:00 às 19:00 e aos fins de semana e feriados de 8:00 às 18:00, até o momento, somente recebe ligações de telefones fixos.

 

A CODEPLAN é responsável pelo Disque 156, a Central de Atendimentos do GDF que funciona desde 1984. Além de implementas a “opção 6”, a companhia disponibiliza dados por meio da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílio, onde consta a porcentagem de mulheres no DF, que é 52%.

 

Os serviços prestados pela central são, acolhimento, atendimento, orientações e informações institucionais. As informações prestadas pela central constam em uma base de dados onde são encontradas resposta para todas as perguntas e também novos questionamentos são anotados para que a respectiva resposta conste no CRM.

 

As/os atendentes passam por formações para um melhor entendimento sobre a Lei Maria da Penha e, na próxima capacitação também terão maiores esclarecimentos sobre a diversidade e o feminicídio.

 

Rede de enfrentamento a violência contra a mulher e equipamentos disponibilizados pelo governo, informados pelo disque.

 

  • Defensorias públicas em 12 RAs, Brasília, Ceilândia, Gama, Núcleo, Planaltina, Samambaia, Santa Maria, Sobradinho e Taguatinga;
  • Promotorias
  • Juizados: Brasília, Brazlândia, Ceilândia, Gama, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Planaltina, Samambaia, Santa Maria, Sobradinho e Taguatinga.
  • Núcleos de Assistência Jurídica: Brazlândia, Ceilândia, Gama, Paranoá e Taguatinga.
  • MP, gama, Santa Maria, São Sebastião, sob, Brasília, Brazlândia, Ceilândia, samambaia, Núcleo Bandeirante
  • Atendimento especializado no atendimento para mulheres trans, transexuais e travestis, CREAS da Diversidade e Hospital da Diversidade do DF;
  • Delegacias especializadas, DEAM E DECRIM;
  • Equipamentos da Subsecretaria de Políticas para Mulheres:

9 NAFAVDs, Brasília, Planaltina, Gama, Samambaia, Sobradinho, Núcleo Bandeirante, Brazlândia, Paranoá e Santa Maria;
4 CEAMs; Estação 102, Ceilândia, Planaltina e Casa da Mulher Brasileira
Casa Abrigo e
Casa da Mulher Brasileira.

 

TABELA DE LIGAÇÕES DO DISQUE 156 Opção 6

2015 2016 2017 jan e fev 2018
Ligações recebidas 14.046 39.693 19.781 599
Ligações atendidas 14.046 33.167 15.185 484
Ligações abandonadas (acima de 20 segundo) 134 284 260 484
Ligações desistentes (até 20 seg) 1.876 6.242 4.336 96
Tempo médio de atendimento (seg) 80 78 47 137
Tempo médio em atendimento (seg) 4 6 9 11
Índice de atendimento (%) 85,69 83,56 76,77 160,42
Nível de serviço (%) 94,99 90,61 88,05 178,66
Taxa de abandono líquido (%) 1,27 0,90 1,83 7,03