Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/06/18 às 16h25 - Atualizado em 7/11/18 às 11h22

Fórum Brasília Cidadã debate cidadania e trabalho voluntário

COMPARTILHAR

 

Foi aberto, na manhã desta terça-feira (19), o II Fórum Distrital Brasília Cidadã. Criado para estimular o serviço voluntário, a participação, o controle social e o protagonismo da sociedade civil no desenvolvimento de Brasília, o Programa Brasília Cidadã “decolou” e muitos números e conquistas foram apresentados no encontro de hoje.

 

Com a presença do Governador Rodrigo Rollemberg, autoridades e a sociedade civil discutiram a participação social e os “frutos” trazidos pelo trabalho voluntário. Trabalho esse que cresceu 50% no último ano, colocando Brasília como um exemplo de solidariedade para o País.

 

A secretária da Sedestmidh, Ilda Peliz, voluntária por 22 anos na direção da Abrace, destacou a importância de um voluntariado ativo. “Falo pela minha experiência: quem entra para o trabalho voluntário, ganha muito. O Brasília Cidadã mostra esse caminho. Um projeto que ajuda a realizar sonhos”, destacou.

 

A abertura contou ainda com a participação da colaboradora Marcia Rollemberg, idealizadora do Programa, a Coordenadora do Comitê Gestor do Programa e Secretária Adjunta da Sedestmidh, Joana Mello, e outros Secretários de Estado.

 

O balanço de ações e os programas coordenados pelo Brasília Cidadã foram apresentados. Marcia Rollemberg e Joana Mello apontaram as conquistas. E não são poucas. Iniciativas como o “Bora Vencer”, o “Vila Cidadã” e o “Metrô Solidário” foram mencionados pela grande contribuição aos cidadãos do DF. A democratização da orla do Lago Paranoá, o fechamento do lixão da Estrutural e o Portal do Voluntariado são também exemplos de melhorias na cidade.

 

Certificados foram entregues aos parceiros do Programa, e às iniciativas que trouxeram mais cidadania à população. E também a Robert William, o voluntário com maior contribuição no Portal do Voluntariado do DF, com 168 horas trabalhadas. Ele é intérprete e design gráfico. Um reconhecimento mais do que justo. A Fábrica Social, coordenada pela Sedestmidh, foi certificada pelo seu trabalho de capacitação e inclusão social.

 

A tarde começou com o debate sobre a importância e atuação dos Conselhos de Defesa de Direito e de Políticas Públicas do DF. O Apolinário Rebero, Secretário Adjunto de Relações Institucionais e Sociais do DF deu início ao debate com uma análise histórica sobre a importância da participação social no mundo e deu exemplos de movimentos sociais que trouxeram mudanças impactantes.

 

Ele ainda apresentou os 25 Conselhos que temos no DF e importância desses na atuação de políticas públicas. “Além disso, os Conselhos alavancam a participação social”, disse o Adjunto.

 

Depois a primeira dama e colaboradora do governo, Márcia Rollemberg, foi chamada para subir ao palco e participar do debate junto com representantes do Conselho de Planejamento Territorial e Urbano, Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, Conselho de Saúde, Conselho dos Direito da Criança e Adolescente, Conselho de Cultura e Conselho de Defesa do Direito do Negro.

 

Os representantes apresentaram o Conselho que integram aos presentes, os trabalhos realizados, as melhorias alcanças e os anseios da categoria defendida pelo Conselho.

 

Ao final, Márcia Rollemberg agradeceu a contribuição de cada entidade na construção de uma Brasília cada vez mais cidadã, entregou certificado de reconhecimento aos membros presentes dos Conselhos e pactuou a segunda carta do Brasília Cidadã.

 

Por Camila Piacesi e Rafael Secundo