Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/09/15 às 22h30 - Atualizado em 29/10/18 às 11h14

Dia D: Agência do trabalhador atende com exclusividade pessoas com deficiência

COMPARTILHAR

Mais de 400 pessoas compareceram à Agência do Trabalhador do Plano Piloto, na primeira edição em Brasília do Dia Nacional da Contratação da Pessoa com Deficiência e Reabilitados.



(Da esq. p/ dir.) Thiago Jarjour, Marcia Rollemberg, Paulo Beck e Marise Nogueira 

Ao longo de todo o dia desta sexta-feira (25/9), centenas de candidatos verificaram as 638 vagas existentes para pessoas com deficiência — auxiliar administrativo, auxiliar em farmácia de manipulação, auxiliar de limpeza, auxiliar em linha de produção, atendente de lojas, cobrador de ônibus, frentista, mensageiro e empacotador.

 

Caso o perfil se encaixasse em alguma delas, o cidadão era encaminhado para uma entrevista com a empresa. Trinta instituições privadas do Distrito Federal estiveram na unidade para conversar com os concorrentes. “Hoje fiz duas entrevistas, uma para recepcionista em um restaurante e outra como atendente em uma loja de vendas; é a primeira oportunidade desde que me cadastrei”, enfatizou  Betânia Neves de Souza, de 20 anos, estudante de técnico em secretariado. A jovem, com uma deficiência no braço esquerdo, está desempregada há seis meses. “Como está muito difícil, procuro uma oportunidade em qualquer área.”

 

Palestras e dicas sobre a Agência Virtual do Trabalhador e orientações do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) sobre o direito previdenciário foram apresentados aos candidatos que buscavam colocação no mercado de trabalho.

 

O Serviço Social da Indústria (Sesi) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) também estão com estandes nos quais havia informações sobre cursos de qualificação e capacitação profissional.

 

Além disso, a Secretaria do Trabalho e do Empreendedorismo emitiu Carteira de Trabalho. A ação foi promovida pela pasta em parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humano (Semidh). Na parte da manhã,   

a unidade recebeu a visita dos dois secretários, Thiago Jarjour e Marise Nogueira, respectivamente, e da colaboradora do governo, Márcia Rollemberg, e esposa do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

 

Para a secretária Marise Nogueira (Semidh), a iniciativa inaugura uma agenda que promove e fomenta a cultura do respeito aos Direitos Humanos. “Garantir o acesso ao trabalho da pessoa com deficiência é fundamental para construir o DF que queremos, sem preconceitos, com qualidade de vida, igualdade de oportunidades e pleno exercício da cidadania”, enfatizou.

 

Para o secretário Thiago Jarjour, (Setrab) a iniciativa é um marco na história da capital no que diz respeito a políticas públicas. “A ideia agora é trabalhar no projeto para criar uma agência do trabalhador exclusivamente para pessoas com deficiência”, antecipou. “Aqui já é o primeiro passo para o desejo de consolidarmos uma unidade específica para pessoas com deficiência”, completou Márcia Rollemberg.

 

Mobilização
O Dia D — Dia Nacional da Contratação da Pessoa com Deficiência e Reabilitados — é uma iniciativa do Ministério do Trabalho e do Emprego em parceria com estados e municípios que promovem a ação. Neste ano, Brasília aderiu ao programa, e hoje 24 estados e o Distrito Federal participaram simultaneamente.

A mobilização faz parte da Agenda do Trabalho Decente, da pasta, e do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência — Viver sem Limite —, do governo federal, que promovem a inclusão e a igualdade com ações de qualificação de trabalhadores e conscientização das empresas.

A atividade ocorreu pela primeira vez em 2012, em Mato Grosso, e depois se expandiu para várias regiões do Brasil, onde são promovidas atividades voltadas ao cumprimento da Lei Federal nº 8.213, de 1991. A legislação determina que empresas com mais de 100 empregados devem incluir de 2% a 5% de pessoas com deficiência ou beneficiários reabilitados do INSS no quadro de pessoal.