Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
31/01/13 às 18h23 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

Carreta da Mulher é elogiada em Encontro Nacional de Prefeitos

COMPARTILHAR

No segundo dia do evento, governador Agnelo Queiroz detalhou os resultados positivos da unidade móvel, que já realizou cerca de 30 mil exames preventivos de saúde feminina

Experiência bem-sucedida no Distrito Federal na realização de exames preventivos da saúde feminina, a Carreta da Mulher foi uma das atrações do segundo dia do Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas – Municípios Fortes, Brasil Sustentável, aberto na última segunda-feira (28), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. A unidade móvel, que já realizou 29.451 exames, foi apresentada pelo governador Agnelo Queiroz, na última terça-feira (29), aos dirigentes municipais participantes do evento, encerrado nesta quarta-feira (30).

A Unidade Móvel de Saúde da Mulher foi criada com o intuito de oferecer às moradoras de territórios de vulnerabilidade social e locais de difícil acesso os exames essenciais à saúde da mulher, como ultrassonografia, mamografia e de avaliação citológica, também conhecida como Papanicolau, importantes para a prevenção de câncer de mama e de colo de útero.

Para a secretária Olgamir Amancia, este projeto do governo coloca à disposição da população feminina uma alternativa para que elas cuidem da saúde com mais rapidez e eficiência. Para ela, o governo inverteu a lógica dos atendimentos de saúde. “Agora, nós é que vamos até essas localidades para que essas pessoas realizem os exames. Elas não vão esperar ficarem doentes para pegarem as filas dos hospitais. Aqui, elas têm exames específicos que são feitos com muito mais agilidade do que em um hospital comum”, destaca.

O governador detalhou os bons resultados do projeto, elogiado pelas autoridades que participaram do fórum de discussão. Na oportunidade, ele também ressaltou o quanto o programa poderia ajudar nos serviços de prevenção à saúde feminina nos municípios. 

“Dividir essa boa experiência com os prefeitos é uma forma de multiplicar o programa e fortalecer o atendimento preventivo. Em nove meses, a Carreta alcançou resultados de sucesso. Com apenas uma unidade, reduzimos a demanda reprimida. Isso é bom para a saúde das pessoas e para a gestão, e faz parte das ações para melhorar os serviços” afirmou o governador Agnelo Queiroz. 

Bom exemplo – Durante o debate na Mesa de Boas Práticas, o presidente da Frente Nacional de Prefeitos, João Coser, elogiou a iniciativa para recuperar a Saúde do DF, e incentivou os prefeitos a conhecerem alternativas como a Carreta da Mulher. “Busquem descobrir essas realidades, pois, assim como o governador Agnelo, vocês vão preservar vidas com novas políticas públicas”, recomendou Coser aos prefeitos e prefeitas presentes na palestra. 

A Carreta da Mulher ficou exposta no evento para que as autoridades municipais pudessem conhecer o projeto. Lançada pelo governador Agnelo Queiroz em março de 2012, a unidade oferece três tipos de exames em regiões carentes do DF. Até agora, foram realizadas 9.875 mamografias, 9.256 exames Papanicolau, e 10.320 ecografias. 

A expectativa é que até 8 de março deste ano, quando é comemorado o Dia Internacional da Mulher, mais um caminhão esteja disponível para atendimento. “Em pouco tempo, o DF terá zerado a fila de espera por mamografias”, garantiu o secretário de Saúde, Rafael Barbosa. 

Estande do GDF – Além da Carreta, os visitantes também podem conhecer outros projetos desenvolvidos pelo GDF e tirar dúvidas sobre as áreas de Educação, Saúde, Assistência Social e Segurança. Todas as informações são encontradas em um estande exclusivo do Distrito Federal montado no Centro de Convenções. 

“Com o estande, o GDF pretende divulgar a cidade aos prefeitos e mostrar os serviços do governo. Apresentamos as nossas boas práticas, como o balanço de governo, os programas Morar Bem e DF Sem Miséria”, explicou o secretário de Governo, Gustavo Ponce de Leon. 

Além disso, a Secretaria de Governo oferece um ônibus, com capacidade para até 50 pessoas, para levar visitantes ao Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. As visitas começaram hoje e são feitas em intervalos de duas horas. 

Reforço – O GDF montou um esquema especial de segurança, recepção dos visitantes e organização da infraestrutura para atender as mais de 20 mil pessoas esperadas nos três dias do encontro. A Secretaria de Governo e a Casa Civil coordenaram o trabalho e a mobilização de todas as demais secretarias e entidades. 

Cerca de 30 policiais militares e 16 bombeiros foram mobilizados, além de 30 brigadistas e cerca de 80 seguranças patrimoniais. Também houve o remanejamento de cinco viaturas: duas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), duas da Unidade de Atendimento de Emergência (UAE) e uma da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

Já a Administração de Brasília ficou responsável pela organização dos quiosques de alimentação, instalados em frente ao Centro de Convenções. A Coordenadoria de Cidades selecionou o grupo de ambulantes que atenderiam os visitantes. O Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), o Departamento de Trânsito do DF (Detran) e a Agência de Fiscalização (Agefis) também contribuíram para ordenar a concentração de veículos em volta do Centro de Convenções Ulysses Guimarães. 

Visitantes – O GDF preparou o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) do aeroporto e instalou uma outra unidade no Centro de Convenções especialmente para orientar os participantes do evento. Nesses locais, são distribuídos folders sobre os pontos turísticos e serviços úteis.